}

terça-feira, 12 de setembro de 2017

[RESENHA] Achados e Perdidos Uma Viagem na América - Rafael Vazquez


Por Lidiane Medeiros


Olá queridos leitores!

Quem gostaria de largar tudo e viajar pelo mundo?

Seria maravilhoso conhecer novos lugares, povos e suas culturas. Vamos fazer essa viagem junto com João.


Achados e Perdidos - Uma Viagem na América


Rafael Vazquez
ISBN-13: 9788581087054
ISBN-10: 8581087051
Ano: 2016 / Páginas: 188
Idioma: português
Editora: Giostri
Literatura brasileira - romance

Sinopse: Baseada em histórias reais vividas, vistas e ouvidas pelo próprio autor, a obra retrata a ousadia de João, um jovem que tinha tudo para ser alguém no mundo corporativo, mas preferiu sair em busca de si mesmo em uma jornada por um continente enfeitado por lindas paisagens e repleto de gente interessante. João, o protagonista deste livro, teve a ousadia e o desprendimento necessários para enfrentar as dores do amadurecimento e entender que era um ninguém diante da grandeza do Universo. Uma inspiração para todos que desejam ver a vida mais além.








Achados e perdidos conta às aventuras vividas pelo protagonista João, que se considera como João ninguém, porque assim ele pode ser quem ele quiser, quando e onde quiser.
João é um brasileiro, mora na cidade de São Paulo, vive com sua família pais e irmãos. Ele está cansado da sua vida que se resume a trabalhar e ganhar dinheiro. Cansado da rotina, do seu trabalho que a principio parecia interessante. Cansado até mesmo das pessoas que ama, não por culpa delas, mas pela ânsia de sempre querer mais, ir além, conhecer o novo. Então, ele resolve viajar de férias para o litoral do sul do Brasil com seus amigos, Bob seu grande amigo, e Sandro, amigo de infância de Bob, onde a convivência fez com que João fizesse de Sandro amigo também.

"A vida sem riscos não vale a pena."

Depois de muito divertimento e bebedeira, João e Sandro tem um desentendimento, que leva João colocar um ponto final em tudo que ele acreditava em uma amizade, e o fez refletir sobre as verdadeiras amizades.
Foi aí que João decidiu que não iria voltar com eles, e com apenas uma mochila nas costas largou tudo e continuou a viagem sozinho. Sem um destino certo, ele embarcou em uma grande aventura.
Ele andou pela América, conhecendo os mais diversos lugares, povos e culturas. E passou por muitas dificuldades, como frio, calor, perigos, ele amou, sonhou, se decepcionou, provou de todos os tipos de sentimentos, e aprendeu de verdade com todas essas experiências. João aprendeu que dificilmente será feliz pra sempre no mesmo lugar, porque liberdade é poder ir aonde se quer sempre. E ficar onde se deseja estar também é liberdade.
"Dos nossos medos, nasce nossa coragem. E, em nossas dúvidas, vivem nossas certezas. Os sonhos anunciam outra realidade possível. E os delírios, outra razão. Nos extravios esperam-nos achados, porque é preciso se perder para voltar a se encontrar."




Esse livro me fez pensar consideravelmente na minha vida, e em muitos momentos da leitura imaginei largando tudo e me aventurar em uma longa viagem. O livro tem poucas páginas, mas nos remete a uma grande reflexão. Uma das coisas mais interessante é o crescimento do personagem, é perceptível o seu amadurecimento e sua transformação. Quantos Joãos por aí não tem esse mesmo desejo de largar tudo e fazer aquilo que deseja?

Rafael tem uma escrita maravilhosa, simples e de fácil compreensão, ele descreve os lugares com uma riqueza de detalhes que parece que estamos ao lado de João.
Uma leitura rápida que nos faz viajar por outros lugares junto com o protagonista. Faz um tempo que comecei a ler livros de autores nacionais, e a cada leitura fico mais encantada.


Alguém já leu?
Me conte o que achou!


Leia também:

Sete Minutos Depois da Meia-Noite - Patrick Ness
Procura-se Um Marido - Carina Rissi
Livie e Téo - Thays M. de Lima

6 comentários:

  1. Adorei a resenha!
    Esse livro parece ser muito bom mesmo.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada flor. Ah concerteza um ótimo livro, estou viciada nos livros nacionais.

      Excluir
  2. Na vida, sou o João. Só que sem dinheiro para viajar kkk. Não li o livro ainda, mas já quero essa citação pra vida toda. ❤

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sou o João também, acho que todos nós tem um pouco dele dentro de nós, só que sem dinheiro kkkk

      Excluir
  3. amei a Resenha! sem duvida na vida eu sou o João, pobre mas sou...Ainda não li, mas não vejo o momento de começar!

    ResponderExcluir